I

LEITORES DO TIANGUÁ AGORA!

CURTIR TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

TIANGUÁ AGORA - ÚLTIMAS NOTÍCIAS!!!

PLACAR DA RODADA!

Placares ao vivo oferecidos por www.futebol.com

CURTIR TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

TELEFONES IMPORTANTES!

TECNO FILMES DO BRASIL

GRUPO GEAN - ÓTICA GEAN E HOTEL GEAN

sábado, 27 de outubro de 2012

COMPANHEIRO DE QUARTO DE CEARENSE NO RJ, CONFIRMA AUTORIA DO CRIME

Leandro nasceu no município de Deputado Irapuan Pinheiro, no Interior cearense FOTO: Reprodução/Facebook

O estudante Bruno Eusébio dos Santos (26) afirmou, em depoimento à Polícia Civil do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (26), que assassinou o cearense José Leandro Pinheiro (21), com quem dividia um quarto.

À Divisão de Homicídios (DH) e em companhia dos pais sergipanos, Bruno alegou que sofria bullying e, por isso, assassinou José Leandro. Em coletiva, o delegado Rivaldo Barbosa salientou que não há detalhes nem garantias do tipo de humilhação que o estudante possa ter sofrido.

Em depoimento que durou 15 horas, Bruno Eusébio afirmou não ter muitas recordações do crime, uma vez que, antes e depois do ocorrido, ingeriu remédios e tranquilizantes. Após cometer o assassinato, Bruno tentou o suicídio.

"Ouvimos os 13 moradores da república e nenhum deles apontou que o jovem sofria bullying, mas todos disseram que ele era muito introspectivo, calado e estudava sempre com fone de ouvido", disse o delegado. Segundo Barbosa, Santos não disse em que circunstâncias sofria bullying. Ele deve ser encaminhado para o presídio de Bangu 2, onde vai passar por uma triagem que vai definir em qual penitenciária vai cumprir pena.

O pai da vítima, o agricultor Nestor Pinheiro, de 48 anos, esteve no Instituto Médico-Legal (IML) no Centro do Rio. O corpo de Pinheiro será removido neste sábado (27) para a sua cidade natal, Deputado Irapuan Pinheiro, no Ceará. Segundo o agricultor, o sonho do filho era ser professor universitário de Matemática. "O sonho dele acabou. Era um sonho que todo pai quer ver", disse ele.

Assassinato

O estudante cearense José Leandro, da Escola de Matemática Aplicada (Impa), foi encontrado morto na quinta-feira (25) no interior de uma república, no Jardim Botânico, zona sul do Rio de Janeiro/RJ.

Natural de Deputado Irapuan Pinheiro, José estava caído em seu quarto com um ferimento na cabeça e uma facada no peito. Segundo policiais militares do 23º Batalhão da Polícia Militar (Leblon) houve uma festa no local.

AUTOR: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O Tianguá Agora descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

PESQUISAR NO TIANGUÁ AGORA!




RESULTADOS DA PESQUISA GOOGLE!




Real Time Analytics