I

LEITORES DO TIANGUÁ AGORA!

PARA VOCÊ AMIGO LEITOR!

PARA VOCÊ AMIGO LEITOR!

CURTIR TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

TIANGUÁ AGORA - ÚLTIMAS NOTÍCIAS!!!

CURTIR TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

BOAS FESTAS!

BOAS FESTAS!

TELEFONES IMPORTANTES!

TECNO FILMES DO BRASIL

GRUPO GEAN - ÓTICA GEAN E HOTEL GEAN

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

EMPRESÁRIO APLICA GOLPE DE R$ 1 MILHÃO EM DONOS DE VEÍCULOS, EM FORTALEZA (CE)

O dono de uma concessionária de veículos de Fortaleza está sendo procurado pela polícia por dar um golpe em mais de 50 clientes. O prejuízo ultrapassa a R$ 1 milhão.

De acordo com a Polícia Civil, 80 clientes deixaram seus carros na empresa do golpista para serem vendidos e não receberam dinheiro. O empresário trabalhava com veículos consignados.

O empresário Marconi Lira foi um das vítimas do golpe. Ele entregou o carro para ser vendido pelo empresário e não recebeu um cheque sem fundos como pagamento. O automóvel dele já está em nome de outra pessoa. “Cheguei ao local e deixei o carro. Eles viram e avaliaram. Pediram para eu deixar o carro para eles venderem. Aí eu confiei e deixei”, afirmou.

O valor do carro segundo o empresário era de R$ 25 mil. Conforme Lira, o dono da concessionária prometeu dar um cheque. “Eu vi o cheque e confiei. Quando fui sacar, voltou. Não tinha fundo”, disse.

Outro cliente que prefere não se identificar disse que deixou na empresa uma caminhoneta de R$ 90 mil. Ele recebeu apenas R$ 45 mil e o restante do valor em cheques. “Não deu para acreditar na história. Ainda mais de um sujeito religioso. Infelizmente no nosso país não podemos confiar em ninguém”, disse.

Estelionato e formação de quadrilha
De acordo com o titular da Delegacia de Defraudações, Jaime de Paula Pessoa, o proprietário antes de fugir disse para alguns clientes que os carros estavam sendo negociados e que em breve seriam pagos. No entanto, ele não fez os pagamentos.

“Muita gente deixou seus carros, inclusive, importados. Ele enganou todos os clientes. O empresário fazia uso do dinheiro das pessoas. A verdade é que ele deu um grande prejuízo para os seus clientes. Além da questão penal tem também questão civil. Muitos desses carros sequer possuem transferência. A polícia vai fazer buscas para pedir a apreensão desses carros que estão circulando sem transferências", afirmou o delegado Jaime de Paula Pessoa.

O empresário pode ser indiciado por estelionato e por formação de quadrilha porque houve a participação dos funcionários no local no golpe.

AUTOR: G1/CE

FOGOS DE ARTIFÍCIO DESTROEM RESTAURANTE, NO RIO DE JANEIRO

Muitos curiosos pararam no local para acompanhar o trabalho dos bombeiros (Foto: Vinícius Pereira / Inter TV)

Um restaurante pegou fogo após ser atingido por fogos de artifício nesta quinta-feira (17) em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio. O acidente foi na Praça da Independência, conhecida como Praça do Guarani, no centro da cidade.
Móveis do comércio foram retirados à pressas (Foto: Vinícius Pereira / Inter TV)

Segundo testemunhas, o artefato teria caído no telhado do estabelecimento, que era feito de sapê, fazendo o fogo se propagar rapidamente. O Corpo de Bombeiros enviou uma equipe ao local com dois caminhões de combate a incêndios e uma ambulância. Ninguém ficou ferido.

O prejuízo ainda não foi calculado pelo proprietário do restaurante. Ainda de acordo com testemunhas, os fogos foram soltados por militantes políticos que comemoravam uma decisão do Tribunal Regional Eletoral (TRE-RJ) mantendo a cassação do prefeito Wanderson Cardoso de Brito, o Andinho. A decisão cabe recurso e o prefeito ainda permanece no cargo. 

Se a decisão for mantida no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a Justiça Eleitoral deverá convocar novas eleições na cidade.
Chama se espalhou rapidamente pelo telhado feito em sapê (Foto: Vinícius Pereira / Inter TV)
Dois caminhões de bombeiros foram usados no combate às chamas (Foto: Vinícius Pereira / Inter TV)

AUTOR: G1/RJ

EM BLOG, ESTUDANTE RELATA ESTUPRO EM FESTA UNIVERSITÁRIA DE OXFORD

Campanha da polícia de Manchester enfatiza que beber não crime, mas estupro é (Foto: Polícia de Manchester)

Maria (nome fictício) tinha 20 anos quando foi estuprada no alojamento da tradicional e prestigiosa universidade de Oxford depois de ficar embriagada durante um jogo de pôquer.

Mas foi só no dia seguinte, quando conversou com um amigo, que teve uma ideia do que tinha acontecido.

"Fiquei muito bêbada. Desmaiei e alguém me estuprou", contou a jovem.

"No dia seguinte, acordei por volta de duas da tarde. Um amigo me mandou uma mensagem perguntando o que tinha acontecido na noite anterior. Eu estava me sentindo um tanto estranha em relação ao episódio, mas foi só quando ele disse 'Maria... isto é estupro', que percebi que aquilo não era aceitável."

A estudante conta que denunciou o caso à polícia, mas "eles não ajudaram muito".

"A polícia veio à minha casa e pediu para guardar meus lençois, roupas e preservativos para as provas", disse.

"Mais tarde veio uma mulher que basicamente disse que meu caso não se sustentaria na Justiça, e ordenou que (os outros policiais) me entregassem de volta os sacos com as provas."

'Injusto'
Maria decidiu não avançar com o caso mas considera que "não acha justo" ter sido pressionada pela polícia a tomar apressadamente uma decisão de levar o caso à Justiça ou não.

Ela afirma que o caso já ocorreu há muito tempo e ela não tem mais as provas, por isso não acredita que levará o caso à Justiça.

Em comunicado, a polícia de Thames Valley, responsável pela área de Oxford, declarou que "leva muito a sério todas as denúncias de estupro e crimes sexuais" e que alguns dos comentários de Maria são "extremamente preocupantes".

"Mas como ela escreveu de forma anônima, precisamos que entre em contato diretamente conosco, para que possamos identificar o caso e investigar de forma apropriada as alegações feitas."

A Universidade de Oxford é formada por 38 faculdades e Maria lembra quando conversou com os funcionários da universidade responsáveis pelo bem-estar dos estudantes.

De acordo com ela, eles conversaram algumas vezes com o suposto estuprador. "Algumas semanas depois eles decidiram que estava tudo bem e que podiam desistir (do caso)", disse.

A aluna disse que a situação se tornou extremamente constrangedora, pois o estuprador "sempre por perto" nas festas da universidade.

Impunidade
Maria contou seu caso em um blog (que pode ser lido aqui, em inglês): "Foi estuprada na Universidade de Oxford; a polícia me pressionou a desistir da acusação", relatou a blogueira.

No texto, ela usa o seu caso para explicar por que apenas 15% dos estupros denunciados à polícia na Grã-Bretanha chegam à Justiça.

"O sistema de justiça criminal, não o fato de as mulheres beberem, é o culpado pelo (baixo) número de condenações", diz.

Após a publicação, a Universidade de Oxford revisou sua política contra o assédio sexual e desenvolveu novas diretrizes para orientar os funcionários a lidar com crimes sexuais ou violência, incluindo estupro.

"A violência sexual, como todas as formas de assédio sexual, é inaceitável na Universidade de Oxford", declarou a instituição em nota.

"Oferecemos apoio em diversos níveis para todas as vítimas, incluindo as de violência sexual, estupro ou ataque, e agora a coordenação é centralizada."

Também foram organizadas oficinas para discutir a questão do consentimento sexual com os calouros.

A questão é discutida em outras universidades da Grã-Bretanha. Na semana passada a polícia na região de Manchester lançou uma nova campanha junto com movimentos estudantis e universidades do noroeste da Inglaterra.

Os folhetos afirmam que "Beber não é crime. Estupro é". O material foi distribuído em bares, casas noturnas e alojamentos estudantis.

A polícia também está promovendo uma mobilização nas redes sociais usando a hashtag #noconsentnosex ('sem consentimento, sem sexo', em tradução livre).

Atitudes
Na semana passada, a união nacional de estudantes britânica encerrou uma campanha chamada "Recupere o seu Campus", que encampou atividades contra a violência de gênero durante 16 dias.

Uma das promessas da campanha era a de exigir que as universidades "investiguem o nível de assédio e crime nos campi e disponibilizem os resultados para o público".

Mas Maria acredita que existe um problema de atitude em relação ao estupro de mulheres sob o efeito do álcool ou substâncias.

"Não tenho culpa de ter desmaiado, mas ele tem culpa de ter me estuprado", disse.

Apesar de não levar o caso adiante, Maria acha que seu estuprador sabe do blog que ela escreveu.

"Ele deve saber que estou apenas a um click de revelar para todo mundo que ele é estuprador, e isto me dá muito poder", diz.

"Para mim, isso é quase suficiente. Não preciso que ele vá para a prisão, mas quero acreditar que, com as palestras sobre consentimento sexual na universidade, ele não vá reincidir no crime."

A jovem tampouco quer ser definida pelo que ocorreu naquela noite. "Quero achar que há mais coisas na minha personalidade além de ter sido estuprada", afirma.

"Não quero que as pessoas olhem para mim e pensem, 'essa é a garota que foi estuprada'. Quero que pensem, 'essa é a menina que fez X, Y e Z - ela é incrível'".

AUTOR: BBC

TJ-AM PEDE PRISÃO DE SOCIALITE POR MANDAR MATAR MULHER EM ACADEMIA, NO AMAZONAS

Marcelaine fugiu para os EUA no dia do crime e é considerada foragida, segundo a polícia (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

A Justiça do Amazonas determinou, na tarde desta quinta-feira (18), a prisão preventiva da socialite Marcelaine Santos Schumann, de 36 anos, suspeita de ter sido a mandante da tentativa de homicídio contra a estudante de direito Denise Silva, 34. A informação foi confirmada pelo delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Paulo Martins, que comanda as investigações do caso. 

Marcelaine teria contratado três pessoas para executarem a universitária em atentado em novembro deste ano no estacionamento de uma academia no Centro de Manaus. A suspeita, segundo a polícia, fugiu para os Estados Unidos no dia do crime e é considerada foragida. A polícia acredita em um crime passional. As duas são casadas e há suspeita de que elas seriam amantes de um mesmo homem.

Ao G1, o delegado confirmou que o mandado de prisão foi expedido. Em coletiva de imprensa pela manhã, quando três pessoas presas pelo crime foram apresentadas, o delegado afirmou que Marcelaine havia fugido para o exterior e, assim que ela voltasse, seria ouvida. "Estamos aguardando a chegada dela na capital para conversarmos com ela ou prendermos", informou Martins.

Com o mandado, Marcelaine passa a ser considerada foragida da Justiça. A polícia não explicou como deve ser cumprido o mandado de prisão da suspeita para não prejudicar a ação.

O crime teve motivação passional. "Eles [presos] contam: a mandante criou na cabeça dela que o namorado estava tendo um caso com a Denise. Ela ofereceu R$ 7 mil para que o executor matasse ou alejasse a vítima, mas eles receberam apenas R$ 4 mil", disse o titular da DEHS.

Conforme a delegada Geórgia Gomes, também da DEHS, a mandante premeditou o crime. "Ela se preocupou com detalhes que atrapalharam as investigações. Ela se ausentou de Manaus no dia do fato e tentou fazer uma rotina que a isentasse dessa culpa", explicou.
Denise Silva foi baleada ao sair de academia (Foto: Arquivo Pessoal)

As duas mulheres seriam casadas e há suspeita de que elas seriam amantes de um mesmo homem. "Não está nada comprovado, até porque a Denise disse que não tinha nenhum envolvimento com o suposto namorado da mandante", afirmou Geórgia Gomes.

Três pessoas foram presas suspeitas de envolvimento no crime. Rafael Leal do dos Santos, de 25 anos, conhecido como "Salsicha", é apontado como o atirador. Ele foi preso na tarde de quarta-feira na casa do avô na cidade de Anori, a 234 km de Manaus. Rafael teria recebido dinheiro pelo crime. À imprensa, ele afirmou que recebeu R$ 3.500 pelo crime. "Ela [mandante] negociou comigo e me falou onde ela [vítima] ia sempre. Nunca falei com ela [mandante] pessoalmente, ela me falava pelo WhatsApp", disse.

A polícia afirmou que o telefone do atirador estava grampeado. O mandado de prisão contra ele foi expedido na segunda-feira (15), pelo juiz Mauro Antony. Após ser preso, ele teria confessado a tentativa de homicídio e apontado a participação de outras três pessoas no crime.
Outro preso, Charles "Mac Donald" Lopes Castelo Branco, de 27 anos, teria negociado o crime com a mandante. O suspeito responde por homicídio cometido na Zona Norte de Manaus. A Polícia Civil afirmou que Karen Arevalo Marques, de 22 anos, intermediou o aluguel da arma usada no crime. Ela e Charles foram presos na Rua Miratinga, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. "O Rafael disse que ia me dar R$ 200 se eu conseguisse a arma. Ele não me falou para que iria utilizá-la, só disse que precisava de uma arma", afirmou Karen.

Charles afirmou que conheceu a mandante pela internet. "Ela entrou em contato comigo pela rede social e depois pelo telefone. Ela chegou a me visitar pessoalmente no hospital duas vezes para saber como podia me pagar quando estava internado com cálculo renal. Acabou que ela me pagou algum tempo depois em um shopping", contou.

Entenda o caso
Denise foi baleada na manhã do dia 12 de novembro deste ano no estacionamento de uma academia localizada na Avenida Getúlio Vargas, no Centro de Manaus. Após investigações, a Polícia Civil concluiu, por meio das câmeras de segurança do local, que Rafael visitou o local diversas vezes antes de cometer o crime.

Rafael disparou três vezes contra Denise. Dois tiros atingiram a universitária. Ela foi levada para o Hospital 28 de Agosto, e depois foi transferida para uma unidade de saúde particular da capital. A mulher recebeu alta dois dias após o crime.
Vítima foi baleada no estacionamento da academia (Foto: Suelen Gonçalves/G1 AM)

AUTOR: G1/AM

8 CRIANÇAS SÃO ACHADAS MORTAS A FACADAS EM CASA, NA AUSTRÁLIA

Policiais carregam corpo de criança achado em casa na Austrália (Foto: AP)

Os cadáveres de oito crianças com idades entre 18 meses e 15 anos foram encontrados nesta sexta-feira (19) em uma casa da cidade australiana de Cairns junto a uma mulher ferida, anunciou a polícia, enquanto meios de comunicação locais afirmam que elas foram esfaqueadas.

Quatro dias após a tomada de reféns em um café de Sydney que deixou três mortos - entre eles o sequestrador -, o primeiro-ministro, Tony Abbott, reagiu ao novo drama afirmando que seu país vive dias difíceis.

"Nesta noite, o país derramará lágrimas e orará" após este crime inominável, declarou em um comunicado.
As redes de televisão transmitiam imagens da casa em um bairro de Manoora, um subúrbio de Cairns, a grande cidade do nordeste tropical da Austrália, ponto de partida dos turistas que visitam a Grande Barreira de Corais.

"Os investigadores de Cairns indicaram que um crime havia ocorrido, e nesta manhã uma investigação foi aberta", declarou a polícia.

"Durante a inspeção da casa, a polícia encontrou os cadáveres das crianças, com idades de 18 meses a 15 anos", acrescentou.

Uma mulher negra de 34 anos foi encontrada ferida na residência.

As imagens da televisão mostraram a mulher sendo colocada em uma maca em uma ambulância.

O estado de saúde da mulher era estável, e por isso ela pôde ser interrogada pelos investigadores, indicou a polícia. O vínculo com as crianças não foi confirmado pelas autoridades, segundo a France Presse.

Segundo sua prima, Lisa Thaiday, a mulher é a mãe das crianças. "Não posso acreditar nisso. Acabamos de saber o que aconteceu com estas pobres criaturas", disse citada pela agência de notícias australiana AAP.
Policiais e equipes de resgate são vistos do lado de fora de casa onde oito crianças foram encontradas mortas em Cairns, na Austrália, nesta sexta-feira (19) (Foto: Catherine Shaw/AFP)

As crianças foram encontradas por seu irmão mais velho, de 20 anos, acrescentou sua prima.

Vários meios de comunicação informaram que as crianças foram esfaqueadas. Já o jornal local Cairns Post afirma que também foram asfixiadas, enquanto a polícia não confirmou estas versões.

O companheiro da mulher, que não seria o pai das crianças, vive no mesmo local, segundo a Sky News Australian, cuja apresentadora começou a chorar ao anunciar o crime.

Um oficial da polícia local, o inspetor Bruno Asnicar, tentou tranquilizar a população, dando a entender que os investigadores não buscavam nenhum assassino foragido.

"A população não deve se preocupar além do fato de que se trata de uma tragédia", declarou em uma coletiva de imprensa. "A situação está sob controle por enquanto", acrescentou.

A polícia forense estava no local do crime.

"A cena do crime foi isolada. Ninguém pode entrar no local enquanto os técnicos (da polícia) seguirem trabalhando e até que tenhamos estabelecido as circunstâncias" do crime, acrescentou.

Um jornalista do Cairns Post interrogado pela rede de televisão ABC ressaltou que o bairro está habitado em grande parte por indígenas. "Todos aqui têm um parentesco com as pessoas envolvidas" no drama, explicou.

"As pessoas desabaram. Também nos dizem que ela (a mulher ferida) era uma mãe muito orgulhosa que amava profundamente seus filhos e que era muito, muito protetora", declarou.

Um casal de vizinhos descreveu o bairro como uma região marcada pelo alcoolismo e pela violência.

AUTOR: G1/SP

HOMEM QUE ESTUPRAVA E ASSALTAVA MULHERES É PRESO NA PARANGABA, EM FORTALEZA (CE)

A SSPDS divulgou a foto do suspeito e orientou as outras possíveis vítimas que entrassem em contato com a delegacia em caso de reconhecimento (Foto: Divulgação / SSPDS)

Um homem que estuprava, assaltava e estorquia mulheres foi detido pela equipe do 5º DP (Parangaba), com o apoio da Coordenadoria de Inteligência (Coin), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). A prisão ocorreu durante a noite da última quarta-feira (17).

As investigações começaram depois que o homem estuprou e assaltou duas mulheres na Parangaba. Makyel Carvalho Pinto, 23, abordou duas mulheres na saída do trabalho de uma das vítimas.Segundo informações da SSPDS, ele estava armado com uma pistola e exigiu que elas entrassem dentro do carro, que pertencia a uma das vítimas, e seguissem com o veículo para um motel.

As mulheres foram amordaçadas e violentadas. Após a ação, ,Makyel realizou o pagamento do estabelecimento com o dinheiro roubado de uma das vítimas. Em seguida, saiu do motel na companhia delas. O criminoso ainda fugiu levando a quantia de R$ 400 e dois aparelhos celulares das mulheres, conforme foi divulgado no boletim da SSPDS.

As vítimas registraram Boletim de Ocorrência no 34º (DP), Centro. Em seguida, o procedimento foi transferido ao 5.º DP, que é a Delegacia da área onde o fato ocorreu.

Por meio de uma carta, o criminoso ainda fez ameaças a uma das vítimas. Na correspondência, ele informava o número de um telefone e exigia o valor de R$ 1.500. A ameaça alertava que, caso não ligasse, ele mataria a mãe dela. O bilhete foi entregue por um vendedor ambulante, que recebeu a quantia de R$ 10.

Prisão

Makyel foi capturado no estacionamento de um shopping, localizado na Avenida Lineu Machado. De acordo com a Polícia, no momento da abordagem, o acusado tentava extorquir dinheiro de uma mulher que ele teria estuprado no último dia 4.

O criminoso foi conduzido à Delegacia plantonista da área, o 11.º DP, onde foi autuado em flagrante por extorsão e tentativa de estupro. De acordo com Sílvio Rego, Delegado plantonista da Delegacia, ele teria exigido da vítima que fossem novamente para um motel.

Além da autuação em flagrante, Mikyel será indiciado também por estupro, roubo com arma e restrição de liberdade da vítima no inquérito policial instaurado no 5.º DP. A Polícia agora investiga a participação do preso em outros crimes de estupro.

Denúncias

Caso alguma outra possível vítima do acusado o reconheça, deve entrar em contato pelo número 181 ou pelo telefone do 5º DP (85) 3101.2948.

AUTOR: DN

AGRICULTOR É EXECUTADO COM TIROS DE ESCOPETA, EM MORADA NOVA (CE)

Agricultor foi morto com vários tiros de espingarda calibre 12 (Foto: Richard Lopes)

Um agricultor de 49 anos foi executado com vários tiros de espingarda escopeta calibre 12 no Sítio Caraúbas, Distrito Uiraponga, Zona rural de Morada Nova.

De acordo com informações do Radialista Richard Lopes, o agricultor Luiz Lúcio Bezerra de 49 anos e conhecido como “Luiz da Doidinha”, foi executado por três homens que o abordaram e fugiram logo em seguida ao crime.

Luiz já respondia à Justiça pela prática de assaltos e vinha, segundo informações da polícia local estava sendo ameaçado de morto. Populares relataram que há cerca de quinze dias três homens estavam a sua procura naquele sítio para mata-lo.

Naquele dia a vítima não foi encontrada pelos algozes, porém não teve a mesma sorte na noite desta quarta-feira quando foi morto por volta das 21h30. Policiais de Morada Nova trabalham reunindo dados para elucidar este assassinato.

AUTOR: MISÉRIA/Informações do Radialista e Repórter Richard Lopes

EMPRESÁRIO MORRE APÓS LEVAR TIRO DURANTE ASSALTO, EM PIRIPIRI (PI)

Na última quinta-feira (18/12), o empresário conhecido como Firmino foi alvo de bandidos armados, que o abordaram quando ele chegava, de carro, em sua chácara, localizada na Rodovia Vicente Filho, próximo à Chesf, na cidade de Piripiri.

Segundo a polícia, o empresário levou um tiro na perna, uma equipe do SAMU realizou, por vários minutos, manobras de RCP- (Ressuscitação Cardiopulmonar) na vítima, mas, infelizmente, o seu óbito foi confirmado.

O carro foi encontrado com o vidro (do lado do motorista) quebrado. Os bandidos, que estariam em um carro Fiat Strada, teriam levado cordões de ouro do proprietário da Ferro Tintas e Mundo das Construções.

AUTOR: Com informações do Piripiri Repórter

DUPLA INVADE AGÊNCIA DOS CORREIOS E FAZ REFÉNS, EM CAMPO LARGO DO PIAUÍ

Foto: Riachão Net

Por volta das 09 horas desta quinta-feira (18), dois homens armados invadiram a agência dos correios do município de Campo Largo do Piauí. A dupla rendeu o vigilante do local e fez as pessoas que estavam na agência de reféns por aproximadamente 50 minutos, tempo que levaria para o cofre abrir.

“Na agência estavam o vigilante, um funcionário e alguns clientes. Todos foram obrigados a permanecer no local até o horário que o cofre seria aberto, já que esse objeto tem um tempo programado para abrir”, detalha o delegado de Porto, Denis Sampaio.

Os homens levaram todo o dinheiro que havia no cofre e no caixa, porém, o valor total ainda não foi divulgado. Além disso, também foram levados os aparelhos de filmagem, a arma e o colete do vigilante. Os bandidos fugiram de moto em direção ao município de Matias Olímpio e continuam sem serem identificados pela polícia.

Bando dinamita caixa eletrônico do Bradesco no Sul do Piauí

Quatro homens fortemente armados explodiram o caixa eletrônico da agência do Bradesco em Alegrete do Piauí. Na ação, os bandidos usaram dinamite e, ao perceber que o caixa estava vazio, saíram atirando para o alto. A ocorrência aconteceu na madrugada da última quarta-feira (17).

De acordo com o soldado R. Júnior, da delegacia do município, toda terça-feira um carro forte alimenta o caixa da cidade. “Provavelmente, eles tinham conhecimento que o caixa estaria recém-abastecido. Porém, aconteceu um imprevisto na semana e o carro forte não trouxe o dinheiro, por isso eles saíram sem levar nada”, conta.

Policiais fizeram diligências por toda a área a fim de localizar os bandidos, porém, os acusados seguem sem serem identificados.

AUTOR: PORTAL O DIA

UM BARRIL DE PÓLVORA...

O suicídio, em uma pessoa "sã" é algo que nos surpreende.


Mais um colega PM tira a sua própria vida e ficamos, de novo, nos perguntando como isso pode acontecer.

Amigos, é impossível manter-se neutro em uma profissão na qual os problemas de toda uma sociedade recaem sobre suas costas. Não existe essa parede que protege o policial desse descarrego de coisas ruins. As ocorrências do dia a dia vão se acumulando em uma mente que não tem como descarregá-las.
Qualquer policial tem mais medo de andar em nossa cidade do que os civis que não conhecem de perto o crime.

Fazendo uma comparação com o mundo digital, quando o HD do seu computador, a memória do seu celular e do pen drive chega a 100%, você tem a opção de apagar o que não presta mais.

Mas e a mente do policial?

Ele tem como deletar a imagem de uma criança morta, de um idoso mal tratado ou de uma ação que não deu certo?

Digo e repito. A saúde mental de todos os policiais é deixada de lado e não é à toa que temos vários homens jovens licenciados acometidos por distúrbios psiquiátricos.
E muitos mais temos, porém, não se aceitam porque nós mesmos, os "sadios", os taxamos de enrolões, e de "macetosos".

Estes, que estão à deriva e sem qualquer tratamento, são barris de pólvora que, quando explodirem, surpreenderão a todos.

Suicídios, em nosso meio, são tragédias anunciadas.
Só nos resta ter a coragem de não ser o próximo.

AUTOR: soldado PM anônimo/Via Facebook

CEARENSE SUSPEITO DE TRÁFICO INTERESTADUAL É PRESO

Thiago Maurício Sá Pereira foi preso na Aldeota, ontem. Ele trabalha como DJ e é apontado como o maior traficante de drogas sintéticas do Ceará FOTO: JOSÉ LEOMAR

Uma operação de combate ao tráfico de drogas, organizada pela Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) da Polícia Civil de Alagoas, e que tinha alvos no Ceará e em Pernambuco, foi deflagrada simultaneamente na manhã de ontem. O único alvo da ação em solo cearense foi preso na Avenida Barão de Studart, bairro Aldeota, área nobre de Fortaleza. O DJ Thiago Maurício Sá Pereira, 29, está sendo apontado pela Polícia como o maior traficante de droga sintética do Estado.

De acordo com o Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIP), as informações vindas de Alagoas já eram conclusivas sobre a suspeita de que 'Thiago Poeta', como é conhecido em Fortaleza, negociava comprimidos de ecstasy, tanto na área da Beira-Mar da Capital, como nos Estados do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba.

"Eles pediram nossa ajuda apenas no sentido de dar cumprimento ao mandado de prisão temporária, com validade de 30 dias. O alvo aparece entre os principais nomes de traficantes de drogas sintéticas do Nordeste. Para se ter uma ideia da quantidade de entorpecentes que ele movimentava, é o único que foi investigado no Ceará", disse o diretor do DIP, delegado Francisco Carlos de Araújo Crisóstomo.

A prisão do suspeito foi determinada pela 17ª Vara Criminal de Alagoas. O inspetor que comandou a operação em Fortaleza, que não será identificado para não prejudicar suas atividades na inteligência policial, disse que no momento em que os agentes chegaram à casa do suspeito ele estava saindo, mas sua tentativa de fuga foi frustrada.

Os agentes informaram que havia também um mandado de busca e apreensão em uma casa que seria do discotecário, localizada na Praia do Icaraí, em Caucaia. Lá foram encontradas duas balanças de precisão, uma prensa de maconha e uma quantidade não divulgada de pó branco, que será enviada para análise. Somente um laudo da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) poderá atestar com exatidão por qual substância o material encontrado é composto.

"O local pode ser considerado um pequeno laboratório de drogas. Havia equipamentos para prensar, embalar e pesar o produto para a venda. O pó apreendido é, possivelmente, usado na mistura para aumentar o volume das drogas. Uma pequena quantidade de maconha foi encontrada, além de dinheiro trocado, em moedas", disse o inspetor que comandou a apreensão.

O suspeito nega que seja traficante e disse à Polícia que a droga encontrada era para uso pessoal. Segundo ele, sua única atividade financeira era como DJ. Thiago Pereira lamentou o ocorrido dizendo que os policiais estavam acabando com sua carreira artística e prejudicando sua imagem junto aos fãs.

Thiago Poeta já tinha uma passagem pela Polícia por tráfico de drogas. Ele já havia sido preso por policiais da Delegacia de Narcóticos (Denarc), atualmente Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD).

Outros Estados

O Deic irá divulgar o balanço da operação hoje. Nos demais estados em que a operação aconteceu, outras nove pessoas foram capturadas. Em Alagoas, seis mandados de prisão contra os suspeitos de integrar a quadrilha foram cumpridos.

Em Pernambuco três pessoas foram presas, duas em Recife e uma em uma pousada de Olinda. A Polícia pernambucana informou que o esquema de tráfico tinha clientes até em outros países, como Paraguai e Estados Unidos. Conforme o Deic de Alagoas, além de ecstasy foi apreendido haxixe, anabolizantes e embalagens para LSD com os alvos.

AUTOR: DN

MAIOR OCORRÊNCIA DE ASSASSINATOS É À NOITE E AOS DOMINGOS

Servilho Silva de Paiva, titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) sugere integração entre vários atores na busca por soluções
Polícia capturou mais armas até novembro de 2014 do que ano passado FOTO: WELLINGTON MACEDO

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), através de seu titular, Servilho Silva de Paiva, apresentou ontem à imprensa dados inéditos do monitoramento da criminalidade feito no Ceará em 2014. Dentre as informações, por exemplo, o detalhamento de dia e horário em que são cometidos os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), que englobam homicídio, latrocínio e lesão corporal.

Segundo os dados, o dia da semana com maior número de ocorrências é o domingo. Em todo o Estado, das 4.392 vítimas de CVLI registradas neste ano, 787 morreram em um domingo.

Já o horário em que mais são registradas mortes é entre 18h e 23h59. Foram 1.879 crimes cometidos neste intervalo de tempo, no ano de 2014.

Servilho esteve reunido durante aproximadamente quatro horas com representantes dos principais veículos de comunicação do Estado. No encontro, o secretário apresentou detalhes do Programa em Defesa da Vida, implantado na gestão de Paiva na SSPDS e lançado oficialmente pelo governador Cid Gomes em abril deste ano.

Detalhamento

Domingo e à noite. O recorte feito pela Secretaria aponta que nas quatro regiões - Capital, Região Metropolitana, Interior Norte e Interior Sul -, bem como no consolidado do Estado, a ocorrência de mortes por crimes violentos mantém uma espécie de padrão de dia e hora.

Em Fortaleza, no ano de 2014, foram registrados 1.956 mortes até o dia 17. Destes, 331 ocorreram em um dia de domingo, e 864 entre o intervalo de 18h às 23h59. O segundo dia com mais ocorrências é o sábado, com 316 mortes. O segundo horário com mais registros na Capital é entre meio-dia e 17h59. Foram 462 vítimas neste recorte de tempo.

A Região Metropolitana, com 855 vítimas de CVLI neste ano, contabilizou 150 destas ocorrências em domingos, sendo 388 no horário entre 18h e meia-noite. Assim como a Capital, o sábado, com 126 mortes, e o horário de meio-dia às 17h59 aparecem como segundo dia e horário com mais vítimas.

O Interior Norte já soma 670 mortes violentas neste ano. Delas, 152 foram em domingos e 130 em sábados. 248 ocorrências foram registradas no intervalo de 18h às 23h59 e 143 vítimas entre meio-dia e 17h59.

Por sua vez, o Interior Sul, com 909 vítimas de CVLI neste ano, contabilizou 154 mortes em domingos e 148 em sábados. Foram 379 casos entre 18h e meia-noite e 192 entre meio-dia e 17h59, de acordo com a Pasta.

A SSPDS apresentou, ainda, um comparativo com os números de vítimas de Crimes Violentos Letais Intencionais entre os anos de 2005 e 2014. "Percebemos um crescimento anual de 14,5% nos últimos 10 anos. Entretanto, observamos que conseguimos frear esta média e estabilizar, o que nos leva a dizer que deixaram de morrer 14,5% de pessoas, se comparado com a tendência de crescimento", explicou o secretário.

No último dia 11, a Pasta já havia divulgado o balanço do mês de novembro, que apontava para o quarto mês seguido de redução no número de mortes. Apesar de baixo, apenas 1,8%, inferior à meta de 6% de diminuição estabelecida pela Secretaria, o número deixou o titular 'satisfeito', segundo palavras do próprio Paiva, à época. A SSPDS projeta uma redução de 0,1% no número de vítimas, até o fim deste ano de 2014.

Prisões e apreensões

A Secretaria comemorou, também a quantidade de apreensões e prisões em flagrante realizadas em 2014. Houve um aumento de 8% no número de autos registrados neste ano em comparação com 2013. Ano passado, foram 28.680 registros, contra 30.985 neste ano.

Em 2013, foram realizadas 20.913 prisões em flagrante em todo o Estado. Neste ano, 22.552 adultos foram capturados, um crescimento de 7,8%.

Já em relação aos adolescentes, foram 7.767 apreendidos em flagrante no Ceará. Este ano, a Polícia contabilizou 8.433 jovens conduzidos à Delegacia.

Sugestões

O secretário acredita que a continuidade do trabalho iniciado em sua gestão apresente resultados positivos. Para tanto, Servilho disse ter apresentado propostas e sugestões ao governador eleito, Camilo Santana, que até o momento ainda não teria definido quem será o próximo titular da SSPDS. Servilho, quando questionado se permanecerá no cargo, se esquiva. "Esta é uma ação que não deve ser de um secretário de Estado e nem de uma gestão, mas sim apropriado pela população cearense".

O secretário propõe a integração entre vários atores na busca por soluções. Uma das propostas inclui a realização de reuniões semanais entre Polícias, operadores do Direito, representantes do sistema carcerário e integrantes de órgãos voltados para a defesa social. Essa articulação, na visão de Servilho de Paiva, seria dividida em Câmaras - de Defesa Social, de Administração Prisional, de Articulação do Ministério Público e Defensoria Pública, de Enfrentamento à droga e de Enfrentamento da Violência de Gênero contra a Mulher.

Dessa forma, poder público, representantes da Justiça e do executivo discutiriam as questões em pauta e levariam, também semanalmente, propostas, estudos e demandas para um comitê executivo gestor, a ser representando pelo então governador. Com uma agenda semanal de programação, o secretário acredita que é possível deliberar ações em regime de integração e continuidade.

"Isso tudo depende de um decreto do governador, para definir elementos de gestão, definir nomes e assinar termos de declaração e cooperação", detalha, acrescentando que a proposta já foi encaminhada ao governador eleito Camilo Santana. Servilho ressalta que, em conjunto e de forma permanente, é possível institucionalizar e efetivar decisões. "Passou o tempo de discutir segurança pública com 'achismo'. Integração é só um passo em meio a tantos outros que precisam ser dados", sugere.

Mais de 500 armas apreendidas por mês

A quantidade de armas de fogo apreendidas no Ceará no ano de 2014 foi maior que o número obtido pela Polícia ano passado. A média de apreensões por mês, até novembro, está em 512 armas, entre revólveres, pistolas, espingardas e fuzis.

Os dados divulgados ontem pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) apontam para um crescimento de 0,5% nas capturas de armamentos neste ano.

De janeiro a novembro de 2013, foram apreendidas 5.598 armas em todo o Estado do Ceará. A média foi de 508 apreensões registradas por mês.

Já em igual período deste ano, as apreensões somaram 5.627 armamentos, com média de 512 por mês, ou 17 equipamentos retirados das ruas por dia pelos policiais.

Drogas

Da mesma forma, houve aumento na apreensão de entorpecentes pelas forças estaduais de segurança. O crescimento, de acordo com a SSPDS, foi de 51,8% na quantidade de drogas.

De janeiro a novembro de 2013, foram recolhidos 3.127,39 kg de drogas de diversos tipos em todo o Ceará. Em igual período de tempo neste ano, as apreensões somaram 4.747,60 kg.

Esta quantidade já é maior que toda a apreensão do ano passado. A Pasta encerrou 2013 com a somatória de 3.217,38 kg.

Estes números foram obtidos graças a maior apreensão de drogas da história da Polícia Civil cearense, realizada no início do último mês de novembro.

Naquela ocasião, uma operação da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), culminou na captura de mais de duas toneladas de maconha no bairro Dias Macêdo, em Fortaleza. A droga era originária da cidade de Uberlândia, no estado de Minas Gerais. Conforme Andrade Júnior, a operação que culminou na apreensão da carga de entorpecente foi um desdobramento de uma ação desencadeada no último dia quatro de novembro, em que um fuzil AK-47 foi encontrado em uma casa, no bairro Ancuri, em Itaitinga.

Segundo informações do Delegado Geral da Polícia Civil, Andrade Junior, o material foi transportado escondido em um carregamento de laranjas que foi entregue na Central de Abastecimento do Ceará (Ceasa), no Distrito Industrial de Maracanaú. Em seguida, a droga foi levada a um galpão de uma transportadora que funcionava na Capital.

A operação dos policiais civis resultou, ainda, na prisão de três pessoas em flagrante.
AUTOR: DN

RÉU É CONDENADO A 56 ANOS DE PRISÃO POR PEDOFILIA

FOTO GOOGLE

O réu de iniciais C.S.B., preso em Juazeiro do Norte, no Cariri cearense, durante a operação nacional denominada 'Darknet', da Polícia Federal (PF), foi condenado a mais de 56 anos de prisão na tarde de ontem. A ação foi deflagrada nacionalmente pela PF para investigar crimes de armazenamento e divulgação de imagens e abuso sexual de crianças e adolescentes.

Segundo o Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE), a ação penal que resultou na sentença é assinada pela Procuradora da República Livia Maria de Sousa. De acordo com a denúncia, no período de março a junho de 2014, o condenado publicou e disponibilizou fotos e vídeos de crianças em práticas sexuais explícitas ou em atos libidinosos em fóruns da internet, no ambiente conhecido na rede como Deep Web.

Abuso sexual

As investigações concluíram que o envolvido abusava sexualmente de pelo menos duas crianças, sendo que uma delas estava submetida aos atos desde ano de 2010. Segundo o MPF, todas as oitivas foram realizadas com a cooperação de profissionais do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, na cidade de Juazeiro do Norte.

O Ministério Público concluiu que o acusado tinha por hábito aproximar-se de crianças e adolescentes por meio da rede social Facebook, utilizando um perfil falso de nome "Pedro Junior".

Para atrair as vítimas, o acusado presenteava crianças com o objetivo de aliciá-las ou instigá-las para a prática de atos libidinosos e posterior publicação de vídeos e fotos em cenas de sexo explícito. O material era postado em fóruns com acessos no Brasil e no Exterior.

O IP do computador do acusado foi identificado e, por isso, ele foi localizado pela Polícia. Ele compartilhava as imagens de crianças e adolescentes na rede mundial de computadores pelo equipamento. Para ter acesso ao fórum onde eram postadas as imagens, a pessoa interessada teria de realizar um cadastro, informando nome do usuário e endereço de e-mail.

Crimes

O MPF verificou que o usuário "Pedro Junior" teria passado a compartilhar material pornográfico infantil a partir de 16 de março de 2014. O IP remetia ao endereço no bairro Salesiano, em Juazeiro do Norte. Na sentença assinada pelo juiz Moisés da Silva Maia, o réu é condenado por transmissão, publicação e disponibilização de fotos e vídeos de crianças submetidas à violência sexual, aliciamento de menores com fim de com ela praticar ato libidinoso e haver submetido duas crianças à experiência sexual dolorosa e abusiva.

AUTOR: DN

PRESOS LADRÕES DE GADO EM CANINDÉ; E OUTRAS NOTÍCIAS POLICIAIS

Zona rural
Ladrões roubavam gado no Interior

A Polícia desarticulou uma quadrilha de roubo de gado que atuava em Canindé. Um homem foi preso e dois adolescentes apreendidos por agentes da 4ª Companhia do 11º Batalhão da Polícia Militar (BPM), sob o comando do major Ricardo Moura. Os animais eram transportados em um Chevrolet Classic.

Tianguá
DRF evita resgate de presidiário

Nove pessoas foram detidas e um adolescente apreendido suspeitos de integrarem uma quadrilha que planejava resgatar um presidiário. Segundo o delegado Raphael Vilarinho, titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), um dos presos estava na lista dos mais procurados do Estado.

Veículos
Polícia investiga golpe de R$ 1 mi

Um golpe supostamente aplicado por uma revendedora de veículos de Fortaleza já pode ter lesado clientes em até R$ 1 milhão. O empresário pagava apenas parte do valor do carro ou prometia que o dinheiro seria dado após a comercialização do bem, dando um cheque-caução sem fundo como garantia de pagamento. Pelo menos 80 pessoas foram lesadas, segundo a Polícia.

TJCE
Presa por tráfico tem liberdade negada

A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) negou habeas corpus para Francisca Daiane da Silva, presa em flagrante com 740 gramas de crack na Capital. Ela também possuía duas balanças de precisão, a quantia de R$ 16 mil e dois cadernos com orçamentos.

Parangaba
Suspeito de estupro e assalto é preso

Makyel Carvalho Pinto, 23, abordou duas mulheres e levou as vítimas para um motel mediante ameaças com arma de fogo. Ele levou todos os pertences das mulheres, mas acabou preso pela equipe do 5º DP e da Coordenadoria de Inteligência, da SSPDS.

Violência sexual

1,6 Mil pessoas foram vítimas de crimes sexuais no Ceará de janeiro a novembro deste ano. O número inclui estupro, atentado ao pudor e exploração sexual de menor.

AUTOR: DN

ADEPOL DIZ APOIAR INVESTIGAÇÃO SOBRE DELEGADO

Presidente da Adepol, delegado Milton Castelo, e o vice-presidente, delegado Jairo Pequeno, estiveram na manhã de ontem na redação FOTO: JOSÉ LEOMAR

O presidente da Associação dos Delegados do Estado do Ceará (Adepol-CE), delegado Milton Castelo e o vice-presidente, Jairo Pequeno, visitaram a redação do Diário do Nordeste, na manhã de ontem, para se manifestar sobre as investigações acerca do envolvimento de um delegado de Polícia Civil em um esquema que consistiria na cobrança indevida de valores para pagamento de fiança de presos.

O delegado é investigado por cobrar valores a mais e repassar para a Justiça Estadual apenas parte do dinheiro entregue pelos acusados ou familiares deles.

A associação informou que está à disposição para qualquer tipo de informação a órgãos públicos e que não quer prejudicar em torno de 400 delegados pelo suposto erro de um, cujo o processo ainda não foi julgado.

"Apoiamos as investigação e estamos disponíveis para divulgação. Temos consciência de que é um processo público registrado em Diário Oficial e que não há informação sigilosa", afirmou Milton Castelo.

AUTOR: DN

TIANGUÁ AGORA NO TWITTER!

PESQUISAR NO TIANGUÁ AGORA!




RESULTADOS DA PESQUISA GOOGLE!




Real Time Analytics