I

LEITORES DO TIANGUÁ AGORA!

APROVEITE!

APROVEITE!
CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA SUPER OFERTAS PARA VOCÊ!

ESPECIAL PARA VOCÊ!

PESSOAS DESAPARECIDAS

PESSOAS DESAPARECIDAS
AJUDE A ENCONTRAR OU CADASTRE-SE!

CURTIR TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

TIANGUÁ AGORA - ÚLTIMAS NOTÍCIAS!!!

CURTIR TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

TELEFONES IMPORTANTES!

LOJA MAIS COURO!

TECNO FILMES DO BRASIL

GRUPO GEAN - ÓTICA GEAN E HOTEL GEAN

segunda-feira, 30 de março de 2015

CAMPANHA DE DOAÇÃO DE SANGUE PARA PROFESSOR DO IFCE CAMPUS DE TIANGUÁ (CE)

Dia 11 de abril haverá uma campanha de doação de Sangue em São Benedito….

As doações serão para o professor Arley Rodrigues do IFCE campus de Tianguá, ele está com leucemia e permanece internado em coma no ICC em Fortaleza. 

O mesmo está precisando urgentemente de doações,seu estado continua grave. Compartilhe em todos os grupos e amigos do whatsapp, vamos fazer esta corrente do bem pelo nosso amigo e professor Arley.

“Doe sangue e salve vidas”
Mais informações pelo número 88 9995 4237

AUTOR: PORTAL DA IBIAPABA

ADOLESCENTES INFRATORES PRESOS VÁRIAS VEZES POR ASSALTOS, CONTINUAM SOLTOS, EM TIANGUÁ (CE)

Marcelo Tripa, Toin David, Tiago Piaba, Rafael Bastos, o "Finha". Adolescentes infratores residentes em Tianguá.

Já foram presos várias vezes por assalto, mas pela fraqueza das nossas ridículas leis, logo voltam para as ruas novamente!!!

FOTO: DIVULGAÇÃO: COPOM
COLABOROU: MARCELO RODRIGUES
AUTOR: TIANGUÁ AGORA

JOVEM É PRESO ARMADO DE REVÓLVER E FACA, EM SÃO BENEDITO (CE)

Na noite desse sábado, 28/03, SIDNEY MÁRCIO PEREIRA GOMES DA SILVA, foi preso em São Benedito portando um revólver calibre 22 e uma faca. Mais um fora de circulação!
FOTOS: DIVULGAÇÃO COPOM
COLABOROU: MARCELO RODRIGUES
AUTOR: TIANGUÁ AGORA

JOVEM É PRESO TRAFICANDO DROGAS, EM TIANGUÁ (CE)

No inicio da noite desse domingo, dia 29/03, no Bairro Dom Timóteo, foi preso o indivíduo, JEFERSON MOURA SILVA, vulgo “PAJÉ”, 20 anos, natural de Tianguá, residente no Bairro Dom Timóteo, em Tianguá. 

O mesmo foi flagrado pela Policia Militar portando 300 gramas de crack (tijolo), 01 balança de precisão e um Celular Samsung. O infrator foi preso e conduzido para Delegacia de Tianguá.
FOTOS: DIVULGAÇÃO COPOM
COLABOROU: MARCELO RODRIGUES
AUTOR: TIANGUÁ AGORA

PRISÃO POR ROUBO E PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO, EM VIÇOSA DO CEARÁ

Sábado, 28/03, por volta de 22h, no Sítio Cerrador, zona rural de Viçosa do Ceará, foram presos os seguintes indivíduos:

1 – RAIMUNDO NONATO DA SILVA, alcunha “Raimundo Pão”, 40 anos, casado, taxista, residente na rua João Inacio Fontinele, s/nº, bairro União, Viçosa do Ceará.
2- ANTONIO AURIZIO SILVA DE CARVALHO, alcunha “Toin”, 26 anos, solteiro, profissão Serviço Gerais, natural de Fortaleza-CE residente na rua 10 de novembro, bairro do Carangueijo, em Viçosa do Ceará.
3- EMANUEL EDUARDO RABELO, 24 anos, solteiro, residente na rua 10 de novembro, bairro Carangueijo, em Viçosa do Ceará.
Juntamente com o primeiro foi encontrado uma Pistola marca Taurus, calibre .40, nº SAM 84681. Com os demais foi encontrado uma moto Honda CG 150, Titan ES, ano 2004, vermelha, placa HWG 7931, a qual havia sido roubada de um comerciante da região, além de 04 aparelhos celulares todos roubados de vitimas residentes nas imediações do Sitio Cerrador em Viçosa do Ceará. 

Os dois últimos indivíduos agiam juntos realizando assaltos na zona rural de Viçosa do Ceará e o taxista dava suporte aos comparsas transportando-os até o local do crime. 

Todos foram encaminhados a Delegacia de Tianguá, onde foram autuados por roubo e porte ilegal de arma de fogo. Fizeram a prisão os PMs, Sgt Luis Carlos, Cb Jonas, Cb M. Gomes e Sd Maurício, do destacamento de Viçosa do Ceará.
FOTOS: DIVULGAÇÃO COPOM
COLABOROU: CB PM EVALDO - COPOM
AUTOR: TIANGUÁ AGORA

EX-PREFEITO É ACUSADO DE DE OFERECER SUBORNO DE DENTRO DA CADEIA A VÍTIMAS

Em janeiro do ano passado, o Fantástico mostrou um caso estarrecedor. Meninas de nove a quinze anos vítimas de um grupo de pedófilos chefiado pelo então prefeito da cidade de Coari, no Amazonas. Ele foi condenado pelo crime e está preso. Nesta semana, o Ministério Público apresentou nova denúncia contra o agora ex-prefeito da cidade. Desta vez, ele é acusado de oferecer suborno e ameaçar de morte as testemunhas, de dentro da cadeia.

“Seria um valor de R$ 100 mil para cada. Ou a gente aceitava o dinheiro ou ia começar a morrer alguém da nossa família’, conta uma das vítimas.

Quem está falando é uma jovem de Coari, cidade a nove horas de barco de Manaus, no interior do Amazonas. Não é a primeira vez que ela fala ao Fantástico. Em janeiro de 2014, ela deu esse depoimento à repórter Giuliana Girardi.

“Ele me levou para o quarto e me estuprou. Eu tinha dez anos. Ele é um monstro”, disse a jovem na época.

O homem de quem a jovem fala é o ex-prefeito de Coari: Adail Pinheiro. Adail foi preso em fevereiro do ano passado, depois que o Fantástico denunciou a rede de exploração sexual de menores chefiada por ele. E terminou condenado a 11 anos e dez meses de prisão, em novembro.

O ex-prefeito Adail Pinheiro cumpre pena em Manaus, em um batalhão da Polícia Militar. Segundo o Ministério Público, foi do local que o ex-prefeito mandou ameaçar e oferecer dinheiro para que as testemunhas mudassem a versão do crime. Pelo menos duas mulheres da mesma família, estupradas por Adail na infância, foram convencidas a mudar seus relatos.

“A gente receberia 100 mil para retirar a acusação do Adail ou então iria começar a morrer gente", conta uma das vítimas.

"O dinheiro só seria passado no dia do julgamento. Eu estava ameaçada, restringida de pedir ajuda até para minha família", conta outra vítima.

"Não queria ver um banho de sangue. Deixaram nas nossas mãos. Ou vocês aceitam o dinheiro que eles estão oferecendo ou vai morrer pessoas. E se eu pudesse fazer alguma coisa para não morrer pessoas, eu faria. Eu não tinha escolha”, conta a vítima.

A outra mulher também falou ao Fantástico no ano passado. O depoimento é assustador.

“Eu ficava brincando no barco enquanto minha mãe estava trabalhando. Ele me estuprou dentro do barco mesmo. E hoje em dia ele quer a minha filha”, contou a vítima na época.
Fantástico: Qual a idade dela?
Vítima: Onze anos.

De acordo com as investigações, o plano do ex-prefeito Adail Pinheiro e do filho dele era esconder as testemunhas da família, dos amigos, da imprensa e do Ministério Público. Para isso, alugaram dois apartamentos em Manaus. Os dois imóveis ficam no mesmo prédio, em um bairro nobre. Pequenos, mas confortáveis, com vista para a Arena da Amazônia. O aluguel e todas as despesas eram pagas pela quadrilha comandada por Adail Pinheiro, segundo o Ministério Público.

Delegado: Quem deu esse dinheiro para você?
Vítima: Foi Adailzinho, junto com o Fabrício.

Adailzinho é o filho do ex-prefeito. Fabrício é o advogado dele, Fabrício de Melo.

Fantástico: Qual o papel do filho do Adail?
Fábio Monteiro, procurador-geral de Justiça/AM: Como o Adail se encontrava preso, o filho do Adail ele entrou no trabalho de articulação. A estratégia inicial era mudar o depoimento na própria ação penal.

Ou seja, procurar a Justiça diretamente. O desembargador responsável pelo caso, no entanto, não aceitou que os depoimentos fossem alterados. Com isso, o grupo mudou de estratégia. Uma advogada que segundo o Ministério Público seria ligada a Adail, Elizabeth Cavalieri, levou as duas vítimas para um cartório. O objetivo era deixar registrado que elas teriam mentido sobre a acusação de estupro.

Delegado: Quem foi que orientou vocês a falarem isso?
Vítima: Foi a Doutora Elizabeth. Mas só que a gente não falou nada, ela estava com um rascunho e ela mesma ditou.
Delegado: Depois vocês só assinavam?
Vítima: Sim.

Uma das vítimas gravou escondido a advogada ditando a declaração no cartório. De acordo com o Ministério Público, essa é a voz de Elizabeth Cavalieri: “A declarante desejou expor que a denúncia inicial não foi verdadeira”, diz a gravação.

Delegado: Você confirma todos os depoimentos prestados anteriormente?
Vítima: Da minha boca nunca saiu que isso era mentira e sim da boca da própria advogada. Eu estava sendo coagida naquele momento. Não tive outra opção, não.

O esquema de suborno e ameaças foi revelado ao Ministério Público por um parente das vítimas. Foi ele quem convenceu as duas a contarem a verdade à Justiça. Essa mesma testemunha disse que o ex-prefeito de Coari chegou a fazer várias reuniões no gabinete do comandante do Batalhão da PM.

Fantástico: Coronel, o ex-prefeito de Coari tem algum benefício, algum privilégio dentro do batalhão?
“A partir de janeiro de 2015, o novo comando da corporação, quando assumiu essa gestão, tem a afirmar que então não há nenhum privilégio ao ex-prefeito Adail Pinheiro. Nós não temos como afirmar o que aconteceu no passado, teremos que investigar, teremos que apurar”, diz o tenente coronel Willer dos Santos Abdala, diretor de comunicação da PM/AM.

“Nós estamos pedindo a transferência do prefeito para o sistema prisional organizado pela Secretaria de Justiça”, destaca o procurador-geral.

O Ministério Público denunciou, na última quinta-feira (26), o ex-prefeito Adail Pinheiro, seu filho Adailzinho e os dois advogados, Fabrício de Melo e Elizabeth Cavalieri por falsidade ideológica, uso de documento falso, corrupção ativa de testemunha e formação de quadrilha. Fabrício falou por telefone.

“É uma armação de cunho político. O prefeito está em uma cela, essa cela passa por revista quase que todo dia ou dia sim, dia não. Então essa história de que de dentro do presídio ele comande alguma coisa é invencionice”, diz Fabrício de Melo, parente advogado de Adail Pinheiro.

Fantástico: De acordo com a denúncia, o senhor teria participado desse esquema.
Advogado: Eu não tomei conhecimento dessa denúncia, isso para mim é uma novidade. Eu refuto integralmente.

A advogada Elizabeth Cavalieri foi procurada no endereço que consta na denúncia, mas não havia ninguém no local. Ligamos no telefone dela. Procuramos o filho de Adail Pinheiro no endereço que consta na denúncia.

“Não tem ninguém em casa hoje, agora, no momento”, disse uma mulher.

Também tentamos por telefone. Desde a saída de Adail Pinheiro, Coari já teve outros quatro prefeitos. As denúncias de pedofilia e de corrupção causaram uma onda de protestos. Igson Monteiro, que era vice-prefeito de Adail e assumiu a cidade após sua prisão, teve a casa incendiada.

“A cidade está completamente sem comando. A sensação de insegurança que ocorre dentro daquele município gera um temor absurdo que tem reflexos sem sombra de dúvidas para a população”, destaca o procurador-geral Fábio Monteiro.

“As pessoas culpam a mim, os meus amigos que andavam comigo não andam mais, pelo fato da cidade estar no estado que está, porque o Adail está preso. Lá não tem para quem pedir ajuda. Porque ele manda, né? Ele manda”, disse a vítima.

AUTOR: FANTÁSTICO

CARTA DE SUICÍDIO DA MÃE DO MENINO BERNARDO FOI FORJADA, DIZ PERITO

Uma nova perícia particular contratada pela família lança suspeitas sobre a morte de Odilaine Uglione, a mãe do menino Bernardo Boldrini, assassinado em abril do ano passado no Rio Grande do Sul. Segundo peritos, a suposta carta suicida da enfermeira teria sido forjada, escrita por outra pessoa, como mostrou a reportagem do Fantástico.

Odilaine foi encontrada morta em 2010, dentro da clínica do então marido, o médico Leandro Boldrini, em Três Passos, no Noroeste gaúcho. À época, a investigação da polícia concluiu que ela cometeu suicídio com um revólver, mas a defesa da mãe dela, Jussara Uglione, quer usar o laudo para reabrir o caso.

A família acredita que Odilaine foi assassinada por Leandro Boldrini. O pai de Bernardo está preso há quase um ano e é réu pela morte do menino, achado sem vida no dia 14 de abril de 2014 em Frederico Westphalen, a cerca de 80 km de Três Passos, onde a família residia.

Também são acusados pela morte do menino de 11 anos a madrasta do garoto, Graciele Ugulini, e os irmãos Edelvânia Wirganovicz e Evandro Wirganovicz. Os quatro respondem por homicídio qualificado e ocultação de cadáver, entre outros crimes.

A suposta carta suicida teria sido escrita em 9 de fevereiro de 2010. “Ele pediu a separação. Perdi meu chão", são algumas das frases no papel assinado por Odilaine.

Também há um recado para o marido Leandro e pai de Bernardo, o único filho do casal. “Leandro, tu destruiu a minha família, meus sonhos, minha vida. Prefiro partir do que ver meu filho nas mãos de outras mulheres, meu amor em outros braços”.

A mãe de Odilaine diz que sempre desconfiou do bilhete. “Aquela carta nunca me confortou. Eu ainda disse: ‘Mas essa carta, essa letra não é da Odilaine’”, diz Jussara. Só que na época nem os parentes nem os amigos de Odilaine levaram a dúvida adiante.

O que realmente ocorreu dentro da clínica de Leandro Boldrini ainda intriga a família da enfermeira. Segundo a secretária do consultório, Odilaine estava com o marido na sala dele. “A porta se abriu e ele saiu correndo, chamando: 'Socorro, homicídio, suicídio. Chama a polícia'. Mas isso em questão de segundos. E aí deu o estouro lá dentro. Eu fui a primeira que correu lá dentro. Vi ela deitada no chão”, conta Andressa Wagner.

Com base no depoimento de testemunhas e nos laudos da perícia oficial, a polícia chegou à conclusão de que se tratava de suicídio. “A questão do suicídio ficou bem comprovada, que ela se deu um tiro”, diz a delegada Caroline Bamberg, responsável pelo caso.
Mãe de Bernardo, Odilaine teria cometido suicídio em 2010 na clínica do marido, quatro anos antes do menino ser assassinado; pai e madrasta respondem a processo pela morte (Foto: Reprodução)

Perito diz que letras são diferentes
Depois da morte violenta de Bernardo, há um ano, a mãe de Odilaine começou a investigar o alegado suicídio da filha e contratou peritos particulares. Esta semana, um laudo ficou pronto e pode mudar os rumos do caso.

O documento foi elaborado por Ricardo Caires dos Santos, perito judicial em São Paulo há oito anos. Ele fez um “exame grafotécnico”: ou seja, analisou toda a suposta carta de suicídio e comparou com a letra e com a assinatura que são comprovadamente de Odilaine Uglione.

A conclusão, segundo o perito: a carta foi forjada, não foi escrita pela mãe de Bernardo. “Não foi a dona Odilaine que escreveu. São dois punhos totalmente diferentes. Pessoas diferentes que assinaram”, afirma Ricardo.

O perito mostrou a diferença entre as letras. Por exemplo: na carta, há as palavras “sexta-feira” e “exclusivamente”. Depois, ele comparou com o “x” escrito por Odilaine em um uma receita de doce e concluiu que o desenho das letras em cada carta é diferente. “É um ‘x’ desenhado”, explica.

O perito contratado pela mãe de Odilaine citou outros exemplos. “A estrutura do ‘t’, totalmente diverso do que é apresentado na carta. As letras ‘h’ são de punhos diferentes. Mais esses elementos para concluir o resultado final”, acrescenta Ricardo.
Família de Odilaine acredita que o médico Bernardo Boldrini matou a mulher (Foto: Reprodução/RBS TV)

A assinatura que aparece na carta de suicídio também é diferente de assinaturas autênticas de Odilaine registradas em um contrato de locação, no diploma de auxiliar de enfermagem dela e em outro contrato de prestação de serviços.

O perito fala da diferença entre as letras “o”, que teria sido desenhada de forma diferente nas duas cartas. Segundo ele, mesmo que a mãe de Bernardo estivesse em uma situação máxima de estresse, a assinatura dela não mudaria desse jeito. “Olha o espaçamento que tem da letra ‘i’ para a letra ‘n’. O formato da letra ‘e’, explica Ricardo.

O perito concluiu também que a pessoa que teria elaborado a carta de suicídio tentou imitar a forma de escrever de Odilaine. “A pessoa que escreveu a carta tinha conhecimento de documentos dela. É uma pessoa que já conhecia a escrita dela, uma pessoa muito próxima a ela”, affirmou.

MP pediu novos documentos à polícia
Para a família de Odilaine, não houve suicídio e a morte da mãe de Bernardo tem que ser investigada de novo. O Ministério Público (MP) já pediu à polícia novas informações sobre a investigação feita na época e nos próximos dias deve dizer se vai pedir a reabertura do caso ou não.

“Odilaine foi morta. Ela não cometeu suicídio. Ela ia se separar, receber R$ 1,5 milhão. Uma pomposa pensão alimentícia para ela e para o filho”, diz o advogado Marlon Taborda, defensor de Jussara Uglione. “Sempre tive dúvidas e agora mais do que nunca. Eu quero que reabra pra isso ficar esclarecido”, acrescenta a mãe de Odilaine.

A delegada do caso Bernardo também foi a responsável pela investigação da morte da mãe do menino. Ela diz que não há nenhum indício de que Leandro tenha envolvimento no suicídio da mulher. “Não houve erro na investigação. O que não pode é querer forçar uma situação que não existiu, que não ficou provado. Eu não levo muita fé em pericia particular. Eu não posso me basear nisso. Eu tenho que me basear no quê? Em fatos”, diz Caroline.

Dois meses depois da morte de Odilaine, Leandro passou a morar com Graciele. “O pai e a madrasta não aceitavam o Bernardo. Consideravam ele como um ser que atrapalhava a nova unidade familiar que eles formaram: casal com a nova filha”, conta a promotora Silvia Inês Miron Jappe.

No próximo sábado (4), a morte de Bernardo completa um ano. Leandro Boldrini, Graciele, Edelvânia Wirganovicz e o irmão dela Evandro ainda não prestaram depoimento para o juiz do caso e os quatro continuam presos. A expectativa do MP é de que o julgamento ocorra ainda este ano.
Madrinha de Bernardo desconfiava de Graciele e Leandro, revela escuta (Foto: Reprodução/RBS TV)

Escutas telefônicas
Para a Promotoria de Justiça, as conversas telefônicas gravadas com autorização da Justiça logo depois da morte do menino são provas importantes contra os acusados. Em um dos telefonemas interceptados, Clarissa Oliveira, a madrinha de Bernardo, fala para Leandro que desconfia de Graciele, que também é chamada de Kelli.

“Não tem como não passar pela minha cabeça que essa guria, num momento de fúria, fez alguma coisa”, diz Clarissa.

“Mas a Kelli não tem esse perfil. Ó, o guri provocava ela de uma maneira assim. Ela deveria ter dado uma porrada nele, se fosse o caso”, responde Leandro.

O marido de Clarissa chegou a pressionar Leandro e Graciele, a Kelli, para que confessassem a participação no crime.

“Vocês não tão armando, cara? Leandro, eu tô falando sério”, diz o homem.

"Você quer falar com ela aqui?”, questiona Leandro.

“Quero. Tu deu vassourada no guri na sexta-feira, Kelli”, acusa o homem.

“O quê?”, responde a mulher.

“Por que você tá transtornado desse jeito, cara?”, intercede Leandro.

“Uma semana teu piá tá sumido, rapaz. Tu tem culpa no cartório”, acusa o homem.

“Que culpa no cartório? Tu vai a..., meu”, responde o pai do menino.

Leandro Boldrini e Evandro Wirganovicz negam envolvimento na morte do menino. Já Graciele e a amiga dela, Edelvânia, falam em acidente. A madrasta diz que deu calmantes demais para o enteado.

“[Ela diz] que foi uma superdosagem e ele teria tomado a medicação e vindo a óbito, por circunstâncias alheias a vontade delas. E acabaram fazendo essa bobagem que foi a ocultação de cadáver”, sustenta o advogado Demetryus Grapiglia, advogado de Edelvânia.

“Não vai me devolver eles. Mas eu preciso saber a verdade”, diz Jussara, mãe de Odilaine e avó de Bernardo. “Fica uma saudade, fica um sentimento de não ter feito mais porque na verdade eu queria, eu sempre quis que o Bernardo ficasse comigo”, acrescenta Clarissa.

AUTOR: G1/RS

BANDIDOS PROMOVEM TIROTEIO EM VELÓRIO E MATAM JOVEM, EM PICOS (PI)

Um crime ocorrido na tarde deste domingo (20/03) chocou a cidade de Picos, localizada no Sul do Estado. 

Por volta das 16h, enquanto acontecia o velório de uma senhora no bairro Morada do Sol, que morreu por causa natural, os presentes ao ato fúnebre foram surpreendidos por homens armados que atiraram em um rapaz, identificado pela polícia militar como Franzé, de 21 anos. Ele foi alvejado com vários tiros no rosto.

A vítima havia sofrido um atentado à bala a cerca de uma semana, e com o atentado de hoje, faleceu no local. No meio do tiroteio várias pessoas saíram feridas e foram encaminhadas para o Hospital Regional Justino Luz, onde foram atendidas.

Um grupo de policiais coordenados pelo Tenente Elias, do 4º BPM está realizando diligências para tentar prender os acusados.

Uma das vítimas dos tiros, Ana Flávia da Conceição, 22 anos, foi atingida nas costas e foi a primeira a entrar no centro cirúrgico. Olícia Borges, 21 anos, foi atingida no braço e no ombro. Paulo Costa da Silva, 57 anos, alvejado na região da virilha. Raimundo Nonato de Araújo Pereira, 55 anos, levou um tiro apenas de raspão. José Dimar Cardoso de Azevedo, 52 anos, levou um tiro no pé.

Segundo informações, dois homens armados, passaram em uma moto amarela pelo local, fizeram o retorno mais adiante e voltaram atirando. Um dos homens estava usando um colete de mototaxista. "As diligências prosseguem, são muitas vítimas e nós estamos trabalhando para dar uma resposta rápida à sociedade com a elucidação de mais esse crime" disse o tenente.

AUTOR: A3portal

AGENTE DA PRF É LESIONADO EM ABORDAGEM A MOTOCICLISTA NA BR-343, NO PIAUÍ

Na manhã deste domingo (29) um agente da Polícia Rodoviária de Federal foi lesionado por um motociclista durante uma abordagem na BR-343 em Piripiri. Antes da ação, o condutor da moto foi perseguido por uma equipe da PRF após passar pelo posto em uma moto com cano adulterado e sem capacete.

O motociclista ignorou a ordem de parada e, após abandonar a moto às margens da estrada, seguiu em fuga. Quando finalmente foi apreendido, o condutor resistiu à prisão. Nesse momento, o agente que tentava algemá-lo caiu e sofrue uma fratura e um dos braços. Somente com a chegada de mais uma viatura, e com o apoio de populares, o homem foi imobilizado.

O Ronda Cidadão foi acionado e conduziu o motociclista ao Complexo de Delegacias de Piripiri. O agente da PRF foi levado ao Hospital Regional Chagas Rodrigues.
AUTOR: Piripiri reporter

BPRaio CHEGA A JUAZEIRO E SOBRAL (CE)

O treinamento dos novos policiais militares do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), que atuarão na região, deve durar seis semanas e a previsão é que em dois meses, os militares já estejam nas ruas FOTO: JOSÉ LEOMAR

O titular da Pasta da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Delci Teixeira, revelou, em entrevista exclusiva ao Diário do Nordeste, que a implantação do Batalhão de Policiamento de Rondas Intensivas e Ostensivas (BPRaio) no Interior do Estado já deve estar atuando em Juazeiro do Norte, em cerca de dois meses, com o reforço de 77 policiais motorizados divididos em 12 equipes. A seleção dos militares que atuarão na Região do Cariri, terá início no próximo dia 7 de abril e, no início do segundo semestre de 2015, Sobral também deverá contar com 12 patrulhas do BPRaio.

O treinamento dos novos PMs do BPRaio que atuarão na região, deve durar seis semanas e a previsão é que em dois meses os militares já estejam nas ruas.

De acordo com Teixeira, a escolha inicial por Juazeiro ocorreu porque o Cariri, que compõe a Área Integrada de Segurança (AIS) 11, foi a única que não respondeu às incursões das forças policiais, nos meses de janeiro e fevereiro. "Esta área conseguiu se recuperar e, felizmente, também já está correspondendo, mas acreditamos que a chegada do BPRaio irá ajudar ainda mais na otimização dos trabalhos que estão sendo feitos lá".

Prioritário

Delci Teixeira explicou que levar o BPRaio para o Interior é uma medida, que consta em um plano apresentado ao governador com medidas consideradas prioritárias pela SSPDS. "Há cerca 30 dias conversamos com o governador e ele autorizou os projetos que nós apresentamos e entendemos ser prioritários no combate às altas taxas de criminalidade. Estas medidas são a expansão do BPRaio, do Ronda do Quarteirão, a reativação do Pró-Cidadania e a criação do Batalhão de Divisas". Os custos da implantação do BPRaio em Juazeiro estão estimados em torno de R$ 2,1 milhões.

"Uma expansão desta não é uma coisa simples. Somente na aquisição de motos o valor chega a R$1, 7 milhão. Em torno de R$ 100.000 serão gastos em equipamentos. Em Sobral, como o número de equipes é menor, será gasto cerca de R$1,5 milhão", revelou Delci Teixeira.

O comandante do BPRaio, major PM Márcio Oliveira, foi o idealizador do programa de ampliação da tropa no Ceará. A primeira fase do projeto, que deverá acontecer nos próximos meses, inclui apenas Juazeiro do Norte e Sobral.

Mas as novas etapas devem levar o Batalhão aos municípios de Russas, Quixadá, Itapipoca, Crateús, Canindé, Iguatu e Tauá. "Estas cidades servirão como base, mas vale lembrar que todos os municípios vizinhos serão atendidos", ressaltou o oficial. Oliveira afirmou que os 425 policiais, divididos em 60 patrulhas, que irão compor o projeto criado por ele para atender todo o Estado, serão incorporados ao BPRaio de outras unidades da PM. Os militares que atuam em Fortaleza não deverão ser deslocados. "Uma das diretrizes do programa era não esvaziar o efetivo de Fortaleza. Nenhum policial do BPRaio que atua na Capital será deslocado. Os do Interior serão acrescentados ao Batalhão, durante seleções que acontecerão à medida em que a implementação vá ocorrendo".

O oficial ressalta a importância do treinamento específico e salienta que as fases da seleção dos novos policiais acontecerão com o mesmo rigor das que ocorrem em Fortaleza, com avaliações físicas, testes de pilotagem, entrevistas e análise da ficha operacional do PM. Segundo Oliveira, é o respeito a estes critérios que tem garantido ao BPRaio a confiança da sociedade.

"A grande dúvida sobre o crescimento do Raio era se conseguiríamos manter o nível de qualidade e as estatísticas de apreensões. Mostramos que com o crescimento paulatino e dentro das doutrinas da unidade conseguiríamos fazer isto. O Raio começou com somente duas equipes em Fortaleza, hoje tem 45. Assumimos com muita responsabilidade este novo desafio do Interior, com a certeza que faremos o nosso melhor", disse o major.

Delci Teixeira elogiou a operacionalidade do Batalhão e disse que o BPRaio é um policiamento qualificado. "É exigida desta tropa uma disciplina e uma atenção maior que os policiais que estão no policiamento normal, por que eles só são acionados em situações extremas. Sabemos que quando o Raio atua temos uma Polícia altamente qualificada e diferenciada nas ruas. Sei que conseguiremos fazer esta expansão com qualidade, excelência e manteremos o padrão de eficiência", disse o secretário.

Teixeira adiantou que o Cariri também deverá receber atenção do Batalhão de Divisas, quando este for criado. Juazeiro do Norte também receberá uma base da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), nos próximos dias.
AUTOR: DN

POLÍCIA CIVIL INVESTIGA MORTE DE EMPRESÁRIO EM BAIRRO DE FORTALEZA (CE)

O corpo de Antônio Rivadávio Teixeira Moreira foi achado dentro de uma rede, no apartamento dele, situado na Avenida Luciano Carneiro, Vila União FOTO: KID JÚNIOR

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil do Ceará (PCCE), já tem pistas sobre o assassinato do empresário do ramo de dedetização Antônio Rivadávio Teixeira Moreira, 49. Ele foi encontrado morto na manhã do último sábado (28), deitado em uma rede no apartamento dele, situado na Avenida Luciano Carneiro, bairro Vila União, com uma faca, tipo peixeira, cravada no peito.

Segundo a delegada Socorro Portela, diretora da DHPP, Rivadávio foi achado pela empregada dele quando a mulher chegou para trabalhar por volta de 8h. No imóvel, além do empresário morto, estavam ainda dois sobrinhos que ele criava, com idades entre quatro e dez anos de idade, dormindo em um quarto ao lado do dele. Após a descoberta do corpo, a Polícia foi acionada.

Socorro Portela revelou que a ex-mulher da vítima esteve no local por volta das 7h e um homem em uma moto com adesivos com as cores da empresa da vítima e um fardamento semelhante também chegou ao apartamento em seguida.

Filhas

A mulher, que estava separada da vítima há quatro anos, saiu do local com as duas filhas do casal, de cinco e 14 anos de idade.

"Ele ainda estava vivo. A filha falou com ele e deixou uma cadela que a família cria dentro da rede em que ele estava", contou a delegada. Segundo a diretora da DHPP, a mulher disse que ficou na sala e não entrou no quarto do ex-companheiro.

Após a saída do imóvel da ex-mulher de Rivadávio e das duas filhas, o homem que, possivelmente seja o autor do homicídio, também saiu do local, de acordo com as imagens analisadas pela Polícia Civil. Foram encontradas pegadas de botas dentro do apartamento, compatíveis com o calçado usado pelo homem visto nas imagens. A vítima foi atingida por várias facadas e, segundo o perito Rômulo Lima, havia indícios de luta no local. Sobre a motivação do crime e a identidade do suspeito, Socorro Portela disse que não poderia dar mais detalhes para não atrapalhar as investigações.

Antônio Rivadávio era proprietário da empresa Riva Saúde Ambiental, especializada no manejo e controle de insetos rasteiros, voadores, roedores e cupins.

AUTOR: DN

3 PESSOAS SÃO EXECUTADAS A TIROS, EM FORTALEZA (CE)

A disputa pelo comando do tráfico de drogas é um dos motivos apontados pela Polícia para o triplo homicídio ocorrido na tarde do último sábado, no bairro Barroso (Grande Messejana). Por volta das 13h, bandidos armados invadiram a casa onde as três pessoas estavam e mataram os ocupantes do imóvel com tiros de pistola calibre 380.

Os dois homens e uma mulher foram encontrados mortos na residência, situada na Rua Adriano Gaspar. Segundo a Polícia, no local foram achadas várias cápsulas de pistola.

As vítimas foram identificadas como Natasha Raniele de Sousa, 24, o companheiro dela Abdias José dos Santos, 26, e o amigo do casal, Francisco José Almeida. Segundo a Polícia, o triplo homicídio tem características de crime de execução. Ainda segundo os policiais, as mortes têm ligação com a disputa pela venda de drogas na região.

A mulher estava na porta da casa e Francisco José na sala. Os dois foram os primeiros a serem executados. Em seguida, os bandidos seguiram até o quarto e mataram Abdias. Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estiveram no local, mas as três pessoas já estavam mortas.

Equipe da Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), sob o comando do delegado Cleófilo Rodrigues, esteve no local e iniciou as investigações sobre o caso.

De acordo com o coronel PM Francisco Souto, do Comando de Policiamento da Capital (CPC), desde o momento do crime, patrulhas da área iniciaram as buscas aos suspeitos, mas ninguém havia sido preso até o fim da tarde de ontem. "A população não informou nada, nenhuma característica dos acusados, mas vamos localizá-los", disse.

AUTOR: DN

TAXISTA É MORTO EM ASSALTO, EM FORTALEZA (CE); E OUTRAS NOTÍCIAS POLICIAIS

Conjunto Palmeiras
Motorista de táxi é morto em assalto

Um taxista foi morto na noite de ontem, no Conjunto Palmeiras (Grande Messejana). A vítima, identificada como José Vicente de Lima, 38, foi baleada na cabeça e morreu dentro do veículo. Um dos acusados foi preso.

Milagres
Bandidos atacam coletivo na BR-116

Os passageiros de um ônibus que seguia do município do Crato em direção a João Pessoa, na Paraíba, foram assaltados, na BR-116, município de Milagres, na noite do último sábado. Os objetos pessoais dos passageiros foram levados pelo grupo de assaltantes.

Jaguaruana
Adolescente de 16 anos é assassinada

Uma adolescente de 16 anos foi executada a tiros na noite do último sábado (28), no município de Jaguaruana. Segundo a Polícia, Michele da Silva Sousa estava parada defronte a casa dela, quando bandidos passaram em um veículo e atiraram. A garota morreu na hora.

AUTOR: DN

sábado, 28 de março de 2015

RELATÓRIO DE OCORRÊNCIAS POLICIAIS DE 27 À 28/03, DA 2ª CIA/3º BPM NA SERRA DA IBIAPABA

TCO ART.28 LEI DE ENTORPECENTE

Ontem, 27/03, por volta de 23h40, numa Blitz saturação desencadeada sob Comando do SubTen Castro em conjunto Ronda, Força Tática, foi abordado: 

Clébio Alves Portela, natural Tianguá, 30 anos, residente na Rua Francisca Carla, Tianguá, sendo que o mesmo estava com duas pedras de crack e foi conduzido a DPC local para procedimento Art. 28 Lei entorpecente.
APREENSÃO DE MENORES - TIANGUÁ

Hoje, dia 28/03, por volta de 00h40, na rua Cap. Joaquim Lourenço Tianguá, foram apreendidos: 

- A. Y. M. A., 14 anos e; 

- B. F. de C., 16 anos, residentes no bairro Frecheiras Tianguá. 

Ambos subiram no telhado da vítima: Antº Lopes Pontes, comerciante, casado, 51 anos, residente no mesmo endereço do ocorrido, próximo ao Correios local, onde os menores tinham o intuito de furtar a residência da vítima. 

Foram encaminhados a DPC de Tianguá com uma bicicleta prata sem marca que fora apreendida de posse dos mesmos. Atenderam; RD-2772 Sds Veras e Torres.
MOTOCICLETA ABANDONADA – TIANGUÁ

Ontem, 27/03, por volta de 09h15, no Sítio Lagoa do Padre em Tianguá-CE, foi encontrada uma motocicleta Honda Biz 125, cor preta, placa: HXP-8863 Tianguá-CE. 

A motocicleta estava abandonada em um local ermo de mata totalmente fechada, onde apesar da consulta da placa não haver restrições, o veículo pode ser objeto de furto ou roubo. 

A moto foi encaminhada a este Quartel PM. 

Atenderam a ocorrência CP-3432 Cb Glauberto, Cb Valdécio, Cb Leonildo e Sd Rocha.
T.C. O (APREENSÃO DE MOTO SEM PLACA) – GUARACIABA DO NORTE

Ontem, 27/03, por volta dE 14h20, foi feita a apreensão da MOTO HONDA/TURUNA, COR AZUL, SEM PLACA, que era pilotada pelo Ex-Detento de nome: 

ANTÔNIO EVAIR SOUSA DA SILVA, 24 anos, residente no Sitio Conceição, que esteve preso por Porte ilegal de arma de fogo. O mesmo foi abordado no Centro de Guaraciaba do Norte, mais precisamente na Avenida Capitão Ferreira, próximo ao Posto Santa Luzia, pela Patrulha da CP-3512, comandada pelo ST PM M Neto, Sds Sales e Sávio.
APREENSÃO DE MENOR POR TRÁFICO DE DROGAS - IBIAPINA

Ontem, 27/03, por volta de 11h30, quando o agente prisional Sr. Valber acionou a viatura que a menor S. M. DOS S., brasileira, solteira, estudante, 17 anos, residente na Rua Alves Pereira, S/N bairro pedrinhas Ibiapina/CE. 

Deixou uma calça e uma camisa pra o preso de nome RODRIGO (vulgo Borracha) e que ao vistoriar a roupa encontrou na bainha da calça uma trouxinha de maconha, indagada sobre a maconha encontrada ela respondeu que não sabia, foi conduzida à delegacia de Tianguá, onde foi feito procedimento, BCO nº 45/2015 pelo Dr. Marcio Delegado Plantonista. 

Atenderam efetivo do Destacamento local: Cb Pereira, Sds Nogueira e Sandoval.
ACIDENTE COM VÍTIMA FATAL – GUARACIABA DO NORTE

Ontem, 27/03, por volta de 18h40, aconteceu um acidente na CE que liga Guaraciaba - Croatá, uma colisão entre um MICRO-ÔNIBUS, COR BRANCA, PLACAS: LUG 0966 - CROATÁ, MODELO 2005 ANOS 2005 CATEGORIA ALUGUEL e uma Honda Biz 125 ES ANO 2012, MODELO 2012, PLACA OIM 3734 - GUARACIABA DO NORTE. 

Vindo a óbito a vítima que pilotava a Biz. A mesma foi socorrida pela ambulância ainda com vida, vindo a morrer antes de chegar ao hospital. 

O condutor do micro-ônibus evadiu-se do local levando consigo o documento do veículo. Até o momento não se sabe a identificação do motorista que conduzia o micro-ônibus.

Os veículos foram recambiados até a delegacia para serem apresentados à autoridade policial posteriormente. 

A vítima trata-se de: Jaqueline de Oliveira Batista, 26 anos, que trabalhava na fábrica de sandálias “Mareza”. Que fica em Guaraciaba, Residia no sítio Palmeiras. 

Compareceram ao local efetivo do Destacamento ST M. Neto, Cb Vaz e Sd Sávio.

COLABOROU: SD PM FREIRE - COPOM
AUTOR: TIANGUÁ AGORA

EX-PRESIDIÁRIO É PRESO FURTANDO OBJETOS DENTRO DE UMA LOJA NO CENTRO DE TIANGUÁ (CE)

Na manhã desta quinta, dia 26/03, foi preso o ex-presidiário JOSÉ LEANDRO DE SOUZA COSTA, 28 anos, natural de Tianguá, solteiro, não tem profissão, residente na Rua do Capacete,, Bairro Córrego em Tianguá.

O indivíduo furtou uma maleta de maquiagem na Loja Charleane Biju, localizada no centro de Tianguá.

Os Policiais do Ronda do Quarteirão foram acionados e fizeram a prisão do mesmo, que foi conduzido para Delegacia de Tianguá.

Vale salientar que o ex-presidiário já cumpriu penas pelo mesmo crime praticado.

FOTO: DIVULGAÇÃO COPOM
COLABOROU: MARCELO RODRIGUES
AUTOR: TIANGUÁ AGORA

TIANGUÁ AGORA NO TWITTER!

Real Time Analytics